PORTALEGRE: LUÍS PORTELA APRESENTA O LIVRO “DA CIÊNCIA AO AMOR – PELO ESCLARECIMENTO ESPIRITUAL”

PORTALEGRE: LUÍS PORTELA APRESENTA O LIVRO “DA CIÊNCIA AO AMOR – PELO ESCLARECIMENTO ESPIRITUAL”

29 de Maio de 2019, 11:31h 0 Por Redação

Luís Portela apresenta livro “Da Ciência ao Amor- pelo esclarecimento espiritual” em Portalegre

O autor Luís Portela irá apresentar o livro “Da Ciência ao Amor- pelo esclarecimento espiritual”, no dia 8 de junho, pelas 15h00, no Auditório da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais de Portalegre, com entrada aberta a toda a comunidade.

Com nove livros já publicados, Luís Portela virá a Portalegre apresentar a sua mais recente obra, que conta já com 12 edições.

Este evento irá contar com uma introdução musical, pelo quarteto de flautas Opus4, seguido da apresentação do autor sobre a perspetiva patente no livro, espaço para perguntas e respostas, e no final uma sessão de autógrafos.

“Da Ciência ao Amor” fala essencialmente da grande progressão que a Humanidade tem feito no domínio tecnológico, mas, mantendo-se embriagada com a exploração material e distraída com um mar de futilidades, tem deixado para segundo plano a exploração do espiritual. O ter tem-se sobreposto ao ser. E, recentemente, parece que já nem faz falta ter, basta parecer. Tendo assumido a ilusão tal dimensão, parece oportuno procurar recentrar o Homem no âmago do ser. É o que o autor procura fazer, cruzando os saberes tradicionais com os resultados da investigação científica recente e sugerindo um prévio despojamento de conceitos e preconceitos, uma grande abertura a uma perspetiva diferente dos conhecimentos aceites pela cultura vigente. Ou seja, uma real abertura do leitor a perspetivar o Universo a partir do seu eu espiritual.

Sobre…

Luís Portela, licenciado em Medicina pela Universidade do Porto, de onde é natural, exerceu atividade clínica no Hospital de S. João durante três anos e foi docente da Universidade do Porto durante seis anos, onde lecionou a cadeira de Psicofisiologia. Desligou-se da carreira médica e universitária, para se dedicar à gestão da empresa da sua família – Bial. No Grupo Bial, Luís Portela criou e desenvolveu um Centro de Investigação, onde trabalham atualmente mais de 100 pessoas, das quais 44 são doutoradas. Nesse centro, foram criados o primeiro e o segundo medicamento de investigação portuguesa a serem lançados no mercado global, a partir de 2009 – um antiepilético – e de 2016 – um medicamento para a Doença de Parkinson. Em 1994, criou conjuntamente com a Bial e o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas, a Fundação Bial, tendo como objetivo incentivar a investigação centrada sobre o ser humano, tanto sob os aspetos físicos, como sob o ponto de vista espiritual. A Fundação teve desde então cerca de 1.500 bolseiros, de 25 países, em investigação científica, na área das Neurociências. Também atribui dois prémios – o Prémio Bial de Medicina Clínica e o Bial Award in Biomedicine.