20 de Junho 2024

TV Guadiana

Alentejo em Direto

ALENTEJO 2030: RUMO À ATRAÇÃO E RETENÇÃO DE TALENTOS NA REGIÃO

ALENTEJO 2030: RUMO À ATRAÇÃO E RETENÇÃO DE TALENTOS NA REGIÃO

1200x600

Mecanismo de Atração de Talento une Parceiros Regionais e Comissão Europeia na promoção e desenvolvimento da região
Reflexões sobre a Captação de Talentos na Região

A reunião de Kick-off do projeto “Apoio ao Desenvolvimento e Implementação de Estratégias de Formação, Atração e Retenção de Talentos”, realizada no PACT em Évora, teve como objetivo principal refletir sobre as ideias e preocupações relativas à questão da captação de talentos na região.

Compromisso com o Progresso

António Ceia da Silva, Presidente da Conselho Diretiva da CCDRA.I.P. e da comissão diretiva do Alentejo 2030, abriu a sessão enfatizando a necessidade de atrair e reter talentos em diversos setores para garantir um futuro próspero para o Alentejo. Destacou que o mecanismo em discussão representa mais do que uma simples iniciativa, sendo um compromisso com o progresso da região.

Condições Atrativas para os Talentos

Ceia da Silva sublinhou a importância de criar condições atrativas para que os talentos, tanto locais como de fora da região, se sintam motivados a contribuir para o crescimento económico, social e cultural do Alentejo. Além das oportunidades de emprego, destacou a necessidade de um ambiente propício à inovação, ao empreendedorismo e à qualidade de vida.

Desafios a Serem Superados

Em meio à intensa competição europeia pela atração de talentos, o Alentejo enfrenta três desafios principais, segundo António Ceia da Silva: garantir qualidade nas condições de vida e tolerância social e laboral, fortalecer a eficácia do sistema regional de educação e formação, e investir em infraestrutura tecnológica para alinhar as competências com as mudanças emergentes no mercado de trabalho.

Projeto de Apoio e Desenvolvimento

O projeto “Apoio ao Desenvolvimento e Implementação de Estratégias de Formação, Atração e Retenção de Talentos” é promovido pela Comissão Europeia (DG REGIO) e representa o primeiro pilar do Mecanismo de Reforço de Talentos (TBM). O seu objetivo é apoiar as regiões na formação, retenção e atração de pessoas com as aptidões e competências necessárias para mitigar o impacto da transição demográfica e da fuga de cérebros.

A Comissão Europeia fornecerá apoio a 10 regiões selecionadas, sendo o Alentejo escolhido como beneficiário de assistência técnica. O projeto será desenvolvido em duas fases distintas: um exercício de diagnóstico na primeira fase, seguido pela implementação de medidas identificadas durante a segunda fase, em colaboração com as autoridades regionais.

Skip to content