Categoria: Cultura

20 de Janeiro de 2016, 23:39h 0

VIANA DO ALENTEJO: FÁTIMA FARRICA APRESENTA O LIVRO "NO ESPAÇO E NO TEMPO"

Por Redação

No passado dia 13 de janeiro foi apresentado no Cineteatro Vianense o livro “No Espaço e no Tempo: contributos para a história das instituições de Viana do Alentejo (séculos XIV – XX)”, de Fátima Farrica.

A obra, que surge no âmbito das comemorações dos 500 anos da atribuição dos Forais Manuelinos de Aguiar e de Viana do Alentejo e da fundação da Santa Casa da Misericórdia de Viana do Alentejo, conta com o apoio da Câmara Municipal de Viana do Alentejo, da Junta de Freguesia local e da Santa Casa da Misericórdia.

A obra que resulta de vários anos de trabalho, engloba um conjunto de 6 estudos sobre momentos e acontecimentos da história de Viana do Alentejo que abarca o período de seis séculos, primeiramente trabalhos académicos da autora que se transformaram depois em capítulos do livro. O livro aborda diversos momentos, casos da fundação da Confraria dos Homens Bons Ovelheiros no séc. XIV, passando pela fundação da Santa Casa da Misericórdia de Viana do Alentejo e pelo processo de instituição do Mosteiro do Bom Jesus, no séc. XVI, até à alimentação das religiosas daquela instituição no séc. XVIII, à narrativa da história do Instituto da Piedade e Beneficiência e do processo de edificação e demolição da capela do Santíssimo Sacramento, no séc. XX. 

16 de Janeiro de 2016, 12:33h 0

MONSARAZ: ANA RITA JANEIRO APRESENTA "TRADIÇÕES E FOLCLORE"

Por Redação

“Tradições e Folclore” é o título da exposição que Ana Rita Janeiro vai apresentar ao público entre os dias 16 de janeiro e 28 de fevereiro na vila medieval de Monsaraz. Esta mostra de pintura organizada pelo Município de Reguengos de Monsaraz integra o ciclo de exposições Monsaraz Museu Aberto e pode ser apreciada diariamente na Igreja de Santiago, entre as 9h30 e as 13h e das 14h às 17h30.

 A exposição vai apresentar 20 telas pintadas a acrílico nas quais a artista retrata as suas origens e as tradições alentejanas, com especial incidência no folclore. As vivências e as memórias de Ana Rita Janeiro são reveladas em pinturas coloridas representativas de locais, momentos e tradições que marcaram a sua infância no Alentejo.

 Esta será a segunda exposição individual da artista, após a apresentação dos seus trabalhos em 2014 no Palácio Ribamar, em Algés, com a mostra “De olhos fechados”, centrada nos sonhos e nas suas viagens. Ana Rita Janeiro nasceu em 1982 e é uma pintora autodidata com formação académica em Arqueologia e Serviço Social. Iniciou-se na pintura a acrílico na adolescência revelando, desde logo, aptidão para a arte.