20/10/2021

TV Guadiana

Alentejo em Direto

CHOCALHOS

…O SOM DOS CAMPOS

´c1

O Fabrico de Chocalhos, considerado Património Cultural Imaterial, desde 1 de dezembro de 2015, tem o seu centro de fabrico principal situado na freguesia de Alcáçovas, onde também se pode visitar o Museu do Chocalho, uma coleção particular com mais de 3.000 peças recolhida ao longo de 60 anos.
Uma arte singular que existe na região do Alentejo há centenas de anos. Este instrumento de percussão tem um som inconfundível e um papel fundamental na paisagem sonora das áreas rurais onde ainda se pratica o pastoreio. Em todo o país, existem apenas 13 mestres neste ofício tradicional.
Alcáçovas possui a sua indústria própria, especial e única, através do qual o seu nome tem tornado conhecido, vindo a perpetuar-se de geração em geração, na posse de três ou quatro famílias.
Os chocalhos eram usados para pendurar ao pescoço de alguns animais (os guias), à volta dos quais se juntavam os outros enquanto pastavam. Os ganadeiros tinham orgulho em apresentar os seus animais munidos de chocalhos ornados com as iniciais da casa agrícola a que pertenciam e pendurados ao pescoço por coleiras de couro cravejadas e trabalhadas. Essas coleiras eram presas segundo dois sistemas: com fivelas de metal ou peças de madeira (cáguedas), também primorosamente decoradas.
Os chocalhos têm nomes diversos conforme os tamanhos, que podem ir desde os 2 aos 50 cm de altura;o reboleiro, a picadeira, os piquetes,  as serranas, etc., 
O perigo iminente do desaparecimento desta arte nacional foi um dos motivos que levaram a UNESCO a aprovar a candidatura, sendo esta da responsabilidade do Turismo do Alentejo, em parceria com a Câmara de Viana do Alentejo e a Junta de Freguesia de Alcáçovas.

Facebook
Twitter
YouTube
Instagram