24/06/2021

TV Guadiana

Alentejo em Direto

ELVAS: "SMUGGLING" DE JOÃO LOURO NO MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA ATÉ 8 DE MAIO

<div style="text-align: justify;"> <img alt="" src="images/Regional/Elvas/smuggling.jpg" style="float: left; width: 200px; height: 112px;" />A exposição temporária "Smuggling", do artista João Louro, vai estar patente ao público no Museu de Arte Contemporânea de Elvas até 8 de maio.</div> <div style="text-align: justify;">  </div> <div style="text-align: justify;"> Este projeto expositivo, que inicialmente estava previsto terminar a 1 de maio, viu o prazo de exposição prolongado, sendo que este reúne um conjunto alargado de novos trabalhos produzidos pelo artista para esta exposição, contextualizados por trabalhos anteriores e insinua-se como referência ao programa visual de João Louro, que ao longo de toda a sua obra tem vindo a questionar as relações entre linguagens, referências (literárias, cinematográficas, musicais e teóricas) e suportes que acivam um contrabando de significados, permitindo observar as mais densas camadas da produção cultural.</div>
 
A mostra de arte contemporânea tem como curadora Ana Cristina Cachola, e a validade artística das obras de João Louro é acompanhada por uma validade epistémica que consubstancia uma ética e uma estética das imagens que produzem o mundo.
 
“Smuggling” é uma exposição-revelação pois mostra não só as várias localizações que constituem esta constelação, ou seja, as obras na sua individualidade, mas a forma como se relacionam entre si: através de um contrabando de linguagens e significados; trocas, correspondências, questionamentos, refutações que percorrem caminhos densos, às vezes ilícitos porque ocultos de convenções heurísticas”, sublinha.
 
Nesta exposição, o visual e o verbal – a visualidade do texto e a verbalidade da imagem – assumem-se como dimensões que se deslocam num trânsito mutuamente constitutivo – um contrabando -, que percorre caminhos alternativos às grandes vias da informação e do entretenimento. As obras que Louro apresenta, em distintos media, são resultado destes trânsitos que produzem superfícies analíticas e apelam à literacia visual enquanto estratégia crítica do mundo contemporâneo.

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
YouTube
Instagram