27/09/2021

TV Guadiana

Alentejo em Direto

ESTREMOZ: MARÇO É MÊS DO TEATRO

<div style="text-align: justify;"> <img alt="" src="images/Cutura/Estremoz/image002(4).jpg" style="width: 200px; height: 267px; float: left;" />À semelhança de anos anteriores, o Município de Estremoz dedica o mês de março ao teatro. Em 2016 são estas as peças a que poderá assistir:</div> <div style="text-align: justify;"> - 5 de março - 21h30 – Teatro Bernardim Ribeiro - NÃO HÁ PAI!</div> <div style="text-align: justify;"> Com Tozé Martinho, Rita Simões, Miguel Linares, Carla Janeiro, Ana Paiva</div> <div style="text-align: justify;"> "Não Há Pai!", de Júlio Mathias, foi um sucesso incontestável! Foi apresentado em Lisboa pela grande atriz Laura Alves, tendo esgotado dois anos consecutivos. Trata-se de uma divertidíssima comédia que fez um enorme sucesso em Portugal e no Brasil.</div> <div style="text-align: justify;"> Produção: Aplaude Sucesso</div> <div style="text-align: justify;">  </div> <div style="text-align: justify;"> - 12 de março – 21h30 – Teatro Bernardim Ribeiro - A COISA ESTÁ PRETA!</div> <div style="text-align: justify;"> GRUPO DE TEATRO DE AMADORES DE VILA VIÇOSA</div> <div style="text-align: justify;"> Uma comédia hilariante onde a boa disposição e gargalhadas não irão faltar...</div> <div style="text-align: justify;"> Produção: GTAVV</div> <div style="text-align: justify;">  </div> <div style="text-align: justify;"> - 19 de março – 17h00 – Sociedade de Artistas Estremocense - CHÁ DAS CINCO!</div> <div style="text-align: justify;"> TAE (Teatro Amador de Estremoz)</div> <div style="text-align: justify;"> Primeira aparição em público do TAE, depois de meia década de interrupção.</div> <div style="text-align: justify;"> Produção: TAE</div> <div style="text-align: justify;">  </div> <div style="text-align: justify;"> - 20 de março – 16h00 – Teatro Bernardim Ribeiro - LAMÚRIA E FANTÁSIA</div> <div style="text-align: justify;"> Do Imaginário Associação Cultural</div> <div style="text-align: justify;"> Fantásia é uma artista que faz da sua arte um ato de permanente aprendizagem do sentido da vida, representa os seus espetáculos de marionetas para o público das praças e jardins da cidade.</div>

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
YouTube
Instagram