No module found !

Foi à justa que André Cabeças, em Mitsubishi Lancer Evo VIII, assegurou a vitória no Rali de Oleiros/Rota do Medronho, a última prova do campeonato regional do centro e derradeira prova da especialidade organizada pela Escuderia Castelo Branco em 2017.
 
O Rali de Oleiros/Rota do Medronho encerrou da melhor forma o campeonato regional do centro. Com cinco especiais de classificação, houve três líderes diferentes e André Cabeças assegurou o triunfo. O piloto do Mitsubishi Lancer Evo VIII deixou Fernando Teotónio (Mitsubishi Lancer Evo IX) a apenas 1,6 segundos. Mais longe, Nuno Mateus colocou o seu Peugeot 206 GTI no último lugar do pódio, mas a 2m24,6s do vencedor.
 
A prova começou na noite de ontem com uma super-especial em plena vila de Oleiros. Gonçalo Figueira, em Citroën AX GTI, foi o mais forte. Demorou menos 0,6s a percorrer os 1,36 km que abriram a competição e tornou-se no primeiro líder da prova que, este ano, teve um forte cariz solidário com a entrega de árvores para reflorescer esta região tão afectada pelos incêndios deste ano.
 
O dia de hoje começou com uma especial que viria a ser neutralizada. O acidente de um concorrente, felizmente sem consequências físicas, levou a direcção do rali a cancelar esta passagem. Assim, só na PE3 - Oleiros 1 é que Fernando Teotónio passou para o comando da prova. Mas foi por pouco tempo. No troco seguinte, a passagem em Açude Pinto 2, André Cabeças não só foi mais rápido como ganhou 5,7s ao então líder, Fernando Teotónio.
 
Os dois primeiros foram para a derradeira classificativa separados por 2,6s. Apesar das tentativas, Teotónio apenas recuperou um segundo a Cabeças e este conquistou o triunfo em Oleiros.
 
"Deu luta. O Fernando Teotónio anda sempre muito bem nesta região. Isso faz com que tenhamos lutas giras. Esta já foi a terceira que tivemos. Acaba por ser mais divertido. A vitória é saborosa porque o Fernando obrigou-me a dar o máximo", explicou o vencedor, André Cabeças.
 
O piloto que subiu ao lugar mas alto do pódio destaca a organização que voltou a encontrar em Oleiros. "Os troços eram muito giros. Difíceis mas valiam a pena. A nível de condução, era exigente. A Escuderia Castelo Branco está de parabéns. Já sou cliente assíduo porque as provas são interessantes e a organização trata muito bem as pessoas", sublinhou o piloto.
 
Nas contas do campeonato regional centro, Fernando Teotónio foi o vencedor e teve Nuno Mateus, segundo, e David Lucas, terceiro, consigo no pódio.
 
O Rali de Oleiros/Rota do Medronho foi a última prova organizada pela Escuderia de Castelo Branco em 2017. Este foi um ano em que, entre outros, a equipa liderada por António Sequeira organizou o Rali de Castelo Branco, as Bajas do Pinhal Interior e de Idanha-a-Nova e a prova do campeonato do mundo, o Enduro de Castelo Branco.
e-max.it: your social media marketing partner

Desporto

Redação . 10 Dezembro 2017
Redação . 10 Dezembro 2017