22/06/2021

TV Guadiana

Alentejo em Direto

MARVÃO: MAIS DE 4000 PESSOAS ASSISTIRAM À 3ª EDIÇÃO DO FESTIVAL INTERNACIONAL DE MÚSICA

 
A 3ª edição do Festival Internacional de Música de Marvão foi um sucesso, a todos os níveis. Mais de quatro mil pessoas assistiram, durante os dez dias do evento, a cerca de trinta concertos, em que participaram artistas de quinze países diferentes. 
 
Este evento único, que tem o conceituado Maestro Christoph Poppen como fundador e diretor artístico, reuniu, durante dez dias, artistas de renome internacional, em concertos únicos, no Castelo, nas Igrejas, na Cisterna e na Cidade Romana de Ammaia.
 
Concertos ao pôr-do-sol, ou representações mais intimistas, proporcionaram experiências únicas. O melhor da música clássica, com uma paisagem de sonho como pano de fundo, que cativou espetadores de todo mundo. Em Marvão estiveram, por exemplo, os embaixadores da China, Inglaterra, Áustria, Alemanha, representantes da Câmara de Comércio e Indústria Luso Chinesa e Dong-Jin Kim, presidente da câmara de Tongyeong, cidade costeira da Coreia do Sul, onde se realiza também um Festival Internacional de Música, semelhante ao de Marvão.
 
Em 2016, uma das novidades apresentadas foi a extensão do Festival até à vila de Valencia de Alcántara, para dois concertos em locais históricos, como é o caso da Sinagoga e da Catedral de Rocamador. Dois espetáculos com lotação esgotada e que foram um sucesso. Por isso mesmo, existe a possibilidade de, em 2017, a organização promover mais concertos na “vizinha” localidade raiana.
 
O Município de Marvão acreditou, desde a primeira hora, na virtuosidade e grandiosidade deste Festival, não só pela excecionalidade dos locais escolhidos para os concertos, mas também pela excelência dos artistas convidados. Este é já um evento estruturante para o concelho e que pode dinamizar, ainda mais, a economia local. É com esse intuito que a autarquia vai continuar a colaborar com a Associação Marvão Internacional Music Festival, na sua organização.
 
Considerado pelo público presente, como o melhor Festival de Música Clássica realizado em Portugal, a autarquia e a organização acreditam que este se afirmará também, a curto prazo, no roteiro internacional da música clássica e que projetará, ainda mais, o nome de Marvão, do Alentejo e de Portugal, além-fronteiras.
 
Confirmado está, desde já, que a magia da música clássica regressa a este cenário de sonho, no próximo ano, entre os dias 21 e 30 de julho. Existindo também a garantia de que o evento será alargado a outras localidades do concelho, como a Escusa e os Galegos, para espetáculos nas suas igrejas.
 
Para a quarta edição do Festival está já confirmada a presença da Orquestra Gulbenkian, do Quartetto di Cremona, do pianista alemão Martin Helmchen, da Hong Kong Sinfonietta, entre muitos outros. 
 
Por outro lado, o Município e o Maestro Christoph Poppen continuam a trabalhar, com o intuito de criar, em Marvão, uma Academia Internacional de Música, Arte e Ciências, em colaboração com algumas universidades portuguesas. 
 
Fotografia: C.M.Marvão

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
YouTube
Instagram