17/05/2021

TV Guadiana

Alentejo em Direto

PONTE DE SOR: MEDIDAS TEMPORÁRIAS DE APOIO ECONÓMICO E SOCIAL

PONTE DE SOR: MEDIDAS TEMPORÁRIAS DE APOIO ECONÓMICO E SOCIAL

Foram discutidas e aprovadas ontem por unanimidade, em sede de reunião de Câmara Municipal de Ponte de Sor, o conjunto das medidas de combate ao novo Coronavírus.

O Município prepara-se para, nesta fase, considerar um esforço financeiro de cerca de meio milhão de euros, em prol da saúde e segurança da sua comunidade.

— Aluguer de Infraestruturas para criação de ADC (Área Dedicada COVID-Comunitária, junto ao serviço de urgência Básica de Ponte de Sor;

— Aluguer de estruturas, aquisição de materiais e serviços especializados, para criação de Centro de Isolamento de Emergência Municipal, para acolhimento de utentes das IPSS’s do Concelho, montado no Estádio Municipal.

— Aluguer de estruturas, aquisição de materiais e serviços especializados, para criação de um Centro de Diagnóstico COVID-19, também localizado no Estádio Municipal.

— Aquisição de equipamentos de proteção individual, para COVID, nomeadamente: máscaras, luvas, gel desinfetante, fatos de proteção individual, entre outros, para reforçar os Agentes de Proteção Civil e instituições de solidariedade social, assim como, equipar todos os funcionários do Município que se encontrem a desenvolver serviços essenciais.

— Campanha de higienização de espaços públicos, de maior concentração de pessoas, em todo o território do concelho, com recurso a equipamentos e funcionários do Município;

— Criação de uma Bolsa de Voluntariado, em articulação com todas as Juntas de Freguesia, para apoio a idosos e população com maiores dificuldades e carências;

— Apoio aos Bombeiros Voluntários, Associações e IPSS’;

— Prorrogação de prazo de pagamento ao Município, das rendas mensais dos espaços comerciais/empresariais propriedade do mesmo, a liquidar em 2020, até 31.12.2020, sem penalização ou qualquer agravamento. No caso específico dos estabelecimentos que tenham sido encerrados por via da aplicação do Decreto n.º 2-A/2020, de 20 de março, isentar o pagamento das rendas até que vigore a imposição legal de encerramento;

— Isenção do pagamento das taxas dos mercados e feiras até 31.12.2020;

— Prorrogação do pagamento das rendas mensais de imoveis municipais destinados à habitação, a liquidar em 2020, podendo ser pagas até 31.12.2020, sem penalização ou qualquer agravamento, desde que requerido à Camara municipal e em que seja demonstrado, por declaração do IEFP, situação de desemprego do titular do contrato, respetivo cônjuge ou equivalente, ou demonstração de perda abrupta comprovada de rendimento do agregado familiar.

— Isenção, até 31.12.2020, das taxas de ocupação da via pública, de licenciamento e averbamento de veículos afetos ao transporte em táxi, de esplanadas, de renovação de estabelecimentos comerciais e de restauração e de pagamento de parquímetros;

— Suspensão de pagamentos de coimas relativos a processos de contraordenação até 30.09.2020.

— Disponibilizar o Gabinete de Inovação e Planeamento Estratégico para apoio a empresas, com o objetivo de minimizar os efeitos da paragem económica abrupta verificada, de planear e estimular a recuperação económica, atuando nas seguintes vertentes:
Assegurar que as informações sobre apoios municipais, governamentais ou europeus sejam divulgadas e ajudar as empresas no acionamento desses apoios;
Apoiar a elaboração de candidaturas a apoios, no caso de se verificar necessário;
Acolhimento de sugestões por parte do próprio tecido económico ou de consultores especialistas, com os quais o gabinete tem vindo a desenvolver trabalho estratégico;
Prestar outros esclarecimentos às empresas e empresários relacionados com estas temáticas.

— Disponibilização a todas as crianças de JI e alunos de 1.º Ciclo do escalão A de Ação Social Escolar, de almoço, cujos encarregados de educação manifestem previamente o interesse.

— Alargamento de prazo de pagamento de faturas de água, em caso de necessidade ou impossibilidade, até 30.06.2020, sem aplicação juros ou qualquer penalização.

— Manter em vigor os restantes apoios já existentes, nomeadamente, entre outros:
a) Pagamento de rendas da casa, água e eletricidade em situação de desemprego;
b) Pagamento do 1º escalão da fatura da água (tarifário social) para famílias carenciadas e idosos com baixos rendimentos;
c) Tarifário de água para famílias numerosas;
d) Bolsas de estudo;
e) Programas do IEFP para desempregados;
f) Atribuição de livros e material escolar;

— Cancelar eventos de iniciativa municipal, podendo em qualquer momento, por deliberação do executivo municipal, virem a ser reprogramados.

No que toca aos investimentos em curso, em projeto e planeados, é intenção do município manter a sua estratégia que, na generalidade, se traduz na melhoria das condições e qualidade de vida da população, na criação de riqueza, de emprego, de desenvolvimento económico, de melhoria constante nos setores da educação, saúde, ação social, cultura, desporto, entre outros. Contudo, não deixará de tomar decisões que priorizem a luta contra a pandemia e, se necessário, rever opções de investimento consideradas determinantes, antes da situação excecional que se atravessa.

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
YouTube
Instagram