20 de Junho 2024

TV Guadiana

Alentejo em Direto

REDE IMPEL NO MED DA UNIVERSIDADE DE ÉVORA: CONSERVAÇÃO DOS SOLOS

REDE IMPEL NO MED DA UNIVERSIDADE DE ÉVORA: CONSERVAÇÃO DOS SOLOS
A Rede IMPEL no MED da Universidade de Évora

A Rede IMPEL no MED da Universidade de Évora organizou uma visita à Herdade da Mitra no âmbito da Conferência Anual da Rede Nacional IMPEL de 2024, realizada na CCDR Alentejo,IP em Évora. Este evento, que teve lugar no dia 11 de maio, focou-se na proteção e conservação dos solos.

Visita à Herdade da Mitra

A visita à Herdade da Mitra, guiada por investigadores do MED – Instituto Mediterrâneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento, incluiu uma caminhada pelo Polo da Mitra. O objetivo foi proporcionar uma perspetiva sobre a proteção e conservação dos solos, com a participação de laboratórios de Macromicologia, Botânica, Ornitologia (LabOR), Unidade de Biologia da Conservação e LABscape.

Objetivos e Atividades da Rede IMPEL no MED da Universidade de Évora

Os investigadores da Rede IMPEL no MED da Universidade de Évora demonstraram o seu trabalho na busca de soluções para problemas ambientais, focando-se na preservação da natureza e da vitalidade rural em condições mediterrânicas. A investigação do MED organiza-se em torno de cadeias de valor e sistemas de produção específicos do Mediterrâneo, como o azeite e os sistemas silvo-pastoris, abordando também questões transversais como biodiversidade e governança. Os principais objetivos incluem:

  • Melhorar a resiliência dos sistemas de produção.
  • Aumentar a produtividade e a rentabilidade das cadeias de valor do Mediterrâneo.
  • Proporcionar benefícios ambientais e sociais.
Prova de Vinhos

A visita culminou com uma prova de vinhos na adega experimental da Herdade da Mitra, com a presença do Pró-Reitor da Universidade de Évora, Professor Augusto Peixe. Este evento sublinhou a importância da sustentabilidade na vitivinicultura, uma área de investigação da Rede IMPEL no MED da Universidade de Évora. A prova demonstrou a ligação entre a saúde dos solos, o uso racional da água, e a qualidade das uvas e do vinho, destacando a adaptação das castas aos desafios climáticos atuais.

Skip to content