22 de Julho 2024

TV Guadiana

Alentejo em Direto

AL-TADAMON DO KOWEIT CONTRATA JOÃO MOTA COMO TREINADOR PRINCIPAL

AL-TADAMON DO KOWEIT CONTRATA JOÃO MOTA COMO TREINADOR PRINCIPAL
João Mota Assume Comando do Al-Tadamon no Koweit

Al-Tadamon assegura João Mota. O experiente treinador português, de 57 anos, firmou acordo com o clube primodivisionário Al-Tadamon, sediado no Koweit, para liderar a equipa por uma temporada. A partir de 1 de julho, João Mota estará à frente do comando técnico do Al-Tadamon, com sede em Farwaniya, abandonando assim o projeto olímpico no Sudão.

Sucessão de Treinadores Portugueses

No Koweit, João Mota sucede a Miguel Leal, outro técnico português, que levou o Al-Tadamon à promoção de divisão, garantindo o segundo lugar. No entanto, Miguel Leal não renovou o seu contrato com o clube. João Mota traz consigo uma equipa técnica composta pelo adjunto Marco Delgado, seu colaborador de longa data, e pelo preparador de guarda-redes Sérgio Miranda.

Desafios no Sudão

Antes de aceitar a proposta do Koweit, João Mota passou cerca de um mês em Jeddah, na Arábia Saudita, a trabalhar no projeto das seleções de formação do Sudão. Devido à instabilidade social e política no Sudão, as seleções treinavam-se divididas entre três países (Sudão, Marrocos e Arábia Saudita) e dois continentes (África e Ásia). Estas dificuldades logísticas tornaram-se um obstáculo significativo para a implementação do projeto estratégico de João Mota para o futebol de formação no Sudão.

Atração pelo Desafio no Koweit

As dificuldades encontradas no Sudão levaram João Mota a considerar seriamente a proposta do Al-Tadamon, que lhe foi apresentada como um desafio desportivamente aliciante. No Al-Tadamon, João Mota terá a oportunidade de construir o plantel e gerir a preparação diária da equipa desde o início da pré-temporada. “Trabalhar numa seleção era um desafio que queria muito experienciar, mas com outras condições. As dificuldades do Sudão, nesta altura, condicionam sobremaneira o trabalho de qualquer treinador”, afirma João Mota.

Estabilidade na Carreira

Ao aceitar o projeto do Al-Tadamon, João Mota procura também estabilidade na sua carreira de treinador, após recentes passagens bem-sucedidas, mas interrompidas antes do final dos respetivos campeonatos. Entre estas passagens destacam-se o Al-Hilal Omdurman, onde contribuiu para o bicampeonato do Sudão, e o Al-Hussein, onde foi campeão da Jordânia pela primeira vez. “Quero levar este projeto do Al-Tadamon do início ao fim”, reforça João Mota.



Skip to content