22 de Julho 2024

TV Guadiana

Alentejo em Direto

DELEGAÇÃO DA OCDE VISITA O ALENTEJO PARA PROMOVER UMA GLOBALIZAÇÃO VERDE

DELEGAÇÃO DA OCDE VISITA O ALENTEJO PARA PROMOVER UMA GLOBALIZAÇÃO VERDE
Delegação da OCDE visita o Alentejo no âmbito do projeto “Repensar a atratividade regional para uma globalização verde e inclusiva”

Nos dias 18 e 19 de junho de 2024, uma delegação da OCDE visitou o Alentejo como parte do projeto “Repensar a atratividade regional para uma globalização verde e inclusiva”. Este projeto, apoiado pela DG REGIO da Comissão Europeia, tem como objetivo ajudar 11 regiões de seis países europeus – Grécia, Itália, Letónia, Polónia, Portugal e Espanha – a repensar as suas estratégias de atratividade.

Análise e aconselhamento para o desenvolvimento sustentável

O objetivo principal do projeto é fornecer aos decisores políticos uma análise estatística sólida e um aconselhamento abrangente sobre como a atração de públicos-alvo internacionais pode contribuir para o desenvolvimento sustentável da região. O foco está em aproveitar as mudanças em curso, como as alterações climáticas, a instabilidade geopolítica, a digitalização e a transição demográfica, para criar uma atratividade regional equilibrada.

Encontro em Évora: temas principais

Durante a reunião em Évora, que ocorreu na CCDR Alentejo, foram discutidos três grandes temas internacionais das políticas de atratividade: investimento estrangeiro e exportações, talento, e visitantes. Estiveram presentes intervenientes regionais com o objetivo de posicionar o Alentejo como um local atrativo para investir, atrair e reter talentos, promovendo um desenvolvimento sustentável e inclusivo. Foram destacadas as principais vantagens e lacunas em termos de qualidade de vida e bem-estar na região, com a participação de setores público, privado e da sociedade civil.

Políticas e estratégias para aumentar a atratividade

Foram debatidas políticas, investimentos públicos e estratégias que podem ser implementadas para tornar a região do Alentejo mais atrativa para visitantes. Foram também exploradas as configurações de governação a vários níveis e as lacunas no desenvolvimento e implementação de políticas de atratividade regional nas regiões portuguesas.

Contributos para o estudo de caso da OCDE

As informações recolhidas durante as missões da OCDE, incluindo a visita ao Alentejo, serão para completar as componentes quantitativa e qualitativa do projeto “Repensar a Atratividade Regional”. Estas informações permitirão ao Secretariado da OCDE produzir um breve estudo de caso para cada região.

Participantes da reunião em Évora

Na reunião de Évora participaram, além do Conselho Diretivo CCDR Alentejo, I.P. e Comissão Diretiva Programa Alentejo 2030, as Comunidades Intermunicipais do Alentejo, os Núcleos Empresariais da região, a ADRAL, a EDIA, a Universidade de Évora, os Institutos Politécnicos de Beja e Portalegre, o Sines Tecnopolo, o IEFP, a Fundação Alentejo, a AHSA, o Município de Odemira, a ARS, o PACT, a Associação – Évora Capital Europeia da Cultura, a ERTAlentejo e Ribatejo, a Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo, a AHRESP e a Fundação Eugénio de Almeida.

Visita técnica a Ponte de Sor

No segundo dia, a delegação da OCDE fez uma visita técnica a Ponte de Sor, onde foi apresentada o Cluster Aeronáutico de Ponte de Sor e as Agendas Mobilizadoras. A delegação visitou empresas sediadas no Aeródromo Municipal de Ponte de Sor, incluindo a AS Breathing (compósitos), Tekever (drones) e a Sevenair (escola de aviação de pilotos de linha aérea).



Skip to content