22/09/2021

TV Guadiana

Alentejo em Direto

LITERATURA: "SOBRE PENSAR E ESCREVER…"

<div style="text-align: justify;"> <img alt="" src="http://localhost:888/images/Carmen/Carmen 2.jpg" style="width: 200px; height: 170px; float: left;" /><strong>Às vezes é preguiça</strong></div> <div style="text-align: justify;">  </div> <div style="text-align: justify;"> A vida é feita de encontros e desencontros, alegrias e tristezas, conquistas e desilusões. É, não é? Desde o mais rico ao mais pobre dos Homens na face da Terra, todos temos desejos, ambições, sonhos. Todos sofremos, todos temos alegrias; cada um à sua maneira, à sua medida, claro!</div> <div style="text-align: justify;">  </div> <div style="text-align: justify;"> Muitas vezes até nos serve de consolo pensarmos que há, sempre, quem esteja pior, isso dá-nos alento para continuar e não nos lamentarmos tanto. Se não temos aquele carro que adoramos, há quem tão-pouco tenha um; se não temos uma casa maior, há quem não tenha sequer um teto para se abrigar do frio e da chuva nas noites de inverno.  </div> <div style="text-align: justify;">  </div> <div style="text-align: justify;"> A inveja de nada serve, só estraga, só alimenta o pior, alimenta o ódio, o negativismo e a mesquinhez; o lado escuro que todos temos. É fácil ceder à inveja e ao ciúme, somos seres imperfeitos, de carne e osso, como se costuma dizer, e não temos sangue de barata; somos todos sentimentos e emoções. Olhamos para a casa do vizinho e vemos que tem a galinha mais gorda que a nossa, já ficamos irritados! Pensamos: porquê ele e não eu? Que mal fiz eu a Deus? Não tenho sorte nenhuma! É o outro que comprou um carro novo; é o outro que vai de férias, não sei para onde; que chatice! Há sempre quem, aparentemente, tenha uma vida ótima, melhor que a minha! Não há volta a dar!</div>
 
Concentremo-nos em nós, na nossa vida, na nossa condição. Só assim poderemos progredir, evoluir, aprender, criar algo. Mesmo que esta constante comparação com os nossos pares seja uma condição inevitavelmente endógena, ela é inútil. Inútil no sentido de que em nada modifica o que quer que seja. Podemos fazer tanto por nós! Nem sempre vemos isto com clareza suficiente para o fazermos; é pena! O nosso sonho, a nossa ação por pequena que seja importa, faz sentido no mundo e altera-o. Então vamos modificar o mundo aos pouquinhos da melhor forma, porque nós importamos, porque nós contamos. 
 
Vamos ser sempre imperfeitos, iremos sempre ter momentos tristes, desencontros, desilusões. Mas no caminho acontecem muitas coisas boas, bonitas, encontramos pessoas interessantes, amigos que nos surpreendem, que nos inspiram. Tanto beijo para dar, tanto vinho para provar, tanta boa conversa para ter. Não vamos estar à espera que sejam sempre os outros a fazer tudo, vamos pôr a mão na massa? Às vezes é preguiça; preguiça de sermos felizes! 

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
YouTube
Instagram